Quarta-feira, 31 de Agosto de 2011

Um Autor Convidado

Sorrisos de outras espécies...

Direcção de Ciência e Educação do Zoomarine

 

A Cat, uma adolescente como tantas outras, viajou para o Brasil há quase dois anos. E fê-lo sozinha...

 

Mas a Cat demorou seis meses a fazer tal viagem. Fê-la a nadar... e com apenas uma barbatana dianteira!

 

Naturalmente, a Cat não é uma adolescente normal - tanto mais, porque é uma tartaruga-verde. A Cat nadou para o Brasil quando teria talvez 10 a 16 anos de idade, após ter sido, em Agosto de 2001, confiscada pelas autoridades Portuguesas num aeroporto nacional (vinha dentro da mochila de um turista...) e entregue ao Zoomarine, para cuidados e eventual devolução ao meio selvagem.

 

E foi isso que aconteceu, no final de Setembro de 2009, ao largo de Portimão, a bordo de um navio de guerra da Marinha Portuguesa (um dos parceiros de longa data do Zoomarine).

 

Até lá chegar, e durante os oito anos que passou no Porto d'Abrigo do Zoomarine (Centro de Reabilitação de Espécies Marinhas), a Cat esperou pacientemente por decisões técnicas e judiciais, aumentou de tamanho e de peso (de 4,8 passou para 60,5 quilogramas), reaprendeu a identificar e capturar o seu alimento e, infelizmente, perdeu uma das suas barbatanas peitorais, devido a uma terrível infecção.

 

No entanto, mesmo considerando a sua incontornável limitação física, a equipa que dela cuidava não desistiu de acreditar no seu regresso ao selvagem. E foi tal que aconteceu. Após 8 anos de cuidados, a Cat teve uma segunda oportunidade de vida independente, no meio selvagem, entre correntes e marés, entre mergulhos e frequentes expirações e inspirações à superfície do grande oceano que divide o Novo e o Velho Mundo.

 

Ora a Cat é apenas um dos muitos espécimes que a equipa de reabilitadores do Zoomarine (onde se incluem, entre outros, enfermeiros veterinários, biólogos marinhos, veterinários, técnicos de cuidado animal, nutricionistas e técnicos de qualidade de água) recebeu, ao longo deste anos, para tentar salvar. Entre tartarugas marinhas e cágados, focas e lontras, baleias e golfinhos, são já centenas os casos de habitantes dos rios e oceanos que receberam ajuda, directa e indirecta, depois de serem encontrados feridos ou doentes, cansados ou perdidos, confiscados ou atropelados, presos à velhice ou a redes, vítimas da própria inexperiência ou da incúria humana, reféns das condições meteorológicas ou das pressões humanas sobre os oceanos.

 

Este compromisso de apoio à Conservação e à Educação Ambiental (porque as duas são praticamente indissociáveis) é uma das convicções mais nobres e inspiradoras do Zoomarine. É um dos estandartes que carregamos bem alto e com mais orgulho. Porque é um valor ético associado a uma necessidade operativa, porque é um inspiração profissional associada a uma oportunidade científica, porque é um desafio técnico associado a uma obrigação moral...

 

No Porto d'Abrigo do Zoomarine, o primeiro do seu género em Portugal, luta-se para salvar vidas, mudar mentalidades e aumentar o grau de exigência da opinião pública - porque estes indivíduos são, muito frequentemente, inocentes e passivas vítimas do facto de partilharem espaços e tempos com a espécie mais destrutiva do nosso planeta: o Homo sapiens.

 

No Porto d'Abrigo desenvolve-se um trabalho que inspira e motiva não só quem lá trabalha, mas também quem nos visita. Neste centro de reabilitação de espécies marinhas trabalha-se (muito frequentemente de braço dado com a comunidade, numa ajuda intensa e por vezes marcada por injustos insucessos clínicos) para o futuro...

 

E mesmo não sabendo o que o futuro lhe destinava, a Cat nadou determinadamente para o Brasil, ignorando o quão importante é lá ter conseguido chegar - e com apenas uma barbatana. Mas nós sabemos que a sua história é apenas uma de entre imensas - histórias que nos ajudam a perceber que o nosso percurso e o daqueles que ajudamos a reencontrar uma nova vida estão profundamente ligados e, inspiradoramente, conseguem levar-nos a muitos finais felizes.

publicado por Dept. Educacional do Zoomarine às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Terça-feira, 30 de Agosto de 2011

Curiosidades da Fauna e Flora

Sabia que...

… existem quase tantas espécies de formigas (cerca de 8800), do que espécies de aves, aproximadamente 9000 espécies?

E as formigas correspondem apenas uma pequena parcela da biodiversidade dos insectos...

publicado por Dept. Educacional do Zoomarine às 00:00
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 29 de Agosto de 2011

Uma Questão de Educação

Como se chamam as estruturas anatómicas usadas pelos insectos para respirar?

1. Faringe;
2. Pulmões;
3. Gónadas;
4. Traqueias.

Resposta à pergunta do dia 2011/08/22:
Os “olhos simples”, ou ocelos, estão localizados na cabeça, entre os olhos compostos ou complexos.  Os ocelos não são usados para a visão mas para detectar mudanças na intensidade da luz.

publicado por Dept. Educacional do Zoomarine às 00:00
link do post | comentar | favorito
Domingo, 28 de Agosto de 2011

Ao Sabor da Corrente

O que come o zooplâncton?

Um estudo recente veio comprovar a importância dos cursos de água para a cadeia trófica aquática, mas agora alimentando os animais (zooplâncton) presentes no mar alto, bem distantes de terra.

O estudo da dieta de três espécies de zooplâncton através da composição do seu corpo, conduzido pelo Dr. Jonathan J. Cole, investigador do Cary Institute of Ecosystem Studies, demonstrou que, contrariamente ao assumido até agora, este grupo de animais não se alimenta somente de algas mas também de detritos originários dos cursos de água (1/3 do seu peso corporal).

Esta descoberta abre agora uma nova janela para a forma como o sistema continental influencia o sistema oceânico, uma vez que até agora os lagos e afins eram estudados de forma isolada ou muito localizada.

publicado por Dept. Educacional do Zoomarine às 00:00
link do post | comentar | favorito
Sábado, 27 de Agosto de 2011

Palavras com Sentido

Ninfa

Insecto imaturo após eclosão do ovo, muitas vezes restrito a espécies em que existe metamorfose incompleta (hemimetabolia).

publicado por Dept. Educacional do Zoomarine às 00:00
link do post | comentar | favorito
A partir de 2012, todas as rubricas elaboradas pelo Departamento Educacional do Zoomarine são editadas ao abrigo do novo Acordo Ortográfico.
_____________________________

.Olimpíadas do Ambiente



Uma geração para mudar o mundo!

.Quiz Mundo Marinho


Campeonato Escolar

.Parceiros pedagógicos


.Visita de estudo ao Zoomarine?


Descubra as
Ofertas Pedagógicas
disponíveis para o seu grupo escolar.

.pesquisar

 

.arquivos

.links

.subscrever feeds

Life Science Blogs - BlogCatalog Blog Directory